Estou me mudando, mais uma vez, eu acho.

Para a casa ao lado, talvez, ou a 377 km daqui, isso importa? Os motivos? Os mesmos de sempre não é Paulo… Sempre a mesma desculpa do sono e cansaço. Mas a verdade é que estou cansado já, era para tudo ter mudado, mas nada mudou, por mais que eu entenda que nada funciona dessa maneira.
Estou me mudando, e esses vizinhos são um saco, não acho que devo morar mais nessa vizinhança. Eles cantam canções que eu já não aguento mais ouvir, eles tem suas malditas tradições que somente nos diferem. Não ha mais motivos para eu ficar aqui, estou indo embora, mas não levo minhas malas, estou indo embora e achei melhor deixar para trás quem eu fui, ou as velhas mascaras que eu criei.

Ah! E mais uma coisa, estou indo embora e não deixei meu endereço na geladeira, talvez eu não queira que me mandem mais correspondências, ou talvez eu queira que me encontrem nesse mundão perdido por ai em um bar rindo, ou lendo em uma praia, talvez você venha me encontrar, ou talvez deixe para lá, não vou me importar, ou eu finja não importar, tudo bem, estou i do embora…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s